Maiores compradores de café do Brasil em 2021

Maiores compradores de café do Brasil em 2021

Quer saber quem foram os maiores compradores de café do Brasil em 2021?

Tem ideia de quanto cada um gastou comprando os grãos brasileiros?

Então, aproveite este texto com dados completos sobre as exportações de café brasileira.

Os Estados Unidos são o maior comprador de café do Brasil, com 7,78 milhões de sacas do Brasil.

O total de café exportado pelo país atingiu 40,37 milhões de sacas de 60kg.

Preço médio da saca ficou em US$ 154,63 e a receita cambial total de US$ 6,24 bilhões em 2021.

Receba nossos conteúdos diretamente em seu e-mail.
Para a sua segurança, utilizamos o sistema da Hubspot.
Preencha os campos abaixo e assine nossa Newsletter.

Exportação de café do Brasil em 2021

Em 2021, o Brasil exportou café para 122 países, totalizando um volume de 40,37 milhões de sacas de café de 60 Kg.

Em ano marcado por fortes adversidades como crise hídrica e geadas extremas, o saldo da exportação de café foi positivo, com preço médio unitário da saca a US$ 154,63 e receita cambial anual total de US$ 6,24 bilhões.

Esses dados representam uma queda de 9,7% no volume físico exportado, porém, em contrapartida, um acréscimo de 10,3% na receita cambial obtida, quando comparado com 2020.

Vídeo com os dados dos maiores compradores de café do Brasil

Maiores compradores de café brasileiro

Quem mais importa café do Brasil continua sendo os Estados Unidos da América.

Somente em 2021, compraram 7,78 milhões de sacas, volume que representou em torno de 19,3% do total exportado em 2021.

Mesmo com um volume alto, houve uma queda quando comparado com 2020.

Maiores compradores de café do Brasil em 2021
Maiores compradores de café do Brasil em 2021

Ranking dos Maiores compradores de café

1º Lugar – Estados Unidos – 7,78 milhões de sacas
2º Lugar – Alemanha – 6,53 milhões de sacas importadas, número que equivale a 16,2% das vendas totais ao exterior. Uma redução de 14,4% do total adquirido por esse país em 2020.
3º Lugar – Itália – 2,94 milhões de sacas. Uma redução no volume físico de 2,5%, em relação à mesma base comparativa em foco.
4º Lugar – Bélgica – 2,83 milhões de sacas. Redução de 24,6% em relação ao ano anterior.
5º Lugar – Japão – 2,50 milhões de sacas de 60kg dos cafés brasileiros, cuja performance representou um aumento de 4,2%, caso tal volume também seja comparado com 2020.

Importação de café pela Colômbia

Os dados divulgados nesse post foram registrados pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil – Cecafé no seu Relatório mensal de exportações, de dezembro de 2021, e divulgados pelo Observatório do Café, do Consórcio Pesquisa Café coordenado pela Embrapa Café.

Na análise dos dados referentes às exportações de café brasileiro, destaque para o fato de a Colômbia, terceiro maior produtor de café em nível mundial, logo após do Brasil e do Vietnã, ter importado do nosso País em 2021 volume físico equivalente a 1,15 milhão de sacas de 60kg, número que representou um crescimento bastante expressivo de 33,4% na comparação com o ano anterior.

Exportações de café brasileiro em 2021

Os dados da Cecafé indicam que o ano de 2021 foi o terceiro melhor da história das exportações de café do Brasil, com 40,37 milhões de sacas de 60kg.

Já em relação à receita cambial obtida, de US$ 6,24 bilhões, trata-se da maior nos últimos sete anos.

Este fato pode ser atribuído principalmente aos preços mais elevados do café no mercado em nível mundial, e, obviamente, ao câmbio que se tem mantido favorável às exportações brasileiras de um modo geral.

Tipos de cafés mais exportados pelo Brasil

Com relação aos tipos dos Cafés do Brasil exportados em 2021, o café arábica foi o mais exportado, com a venda de 32,65 milhões de sacas de 60kg ao exterior.

Este desempenho correspondeu a 80,9% do total exportado em 2021.

O segmento do café solúvel exportou o corresponde a 4,03 milhões de sacas de 60kg, o que representa aproximadamente 10% do total exportado.

Na sequência, vêm a variedade de café canéfora (robusta + conilon), com 3,64 milhões de sacas (9%).

Em quarto, o café torrado e moído, com 45.766 sacas (0,1%).

Veja também

Melhores marcas de café de supermercado

Melhores cafés do Brasil em 2021

Sobre o café

Café americano

Café solúvel ou instantâneo

Melhores cafés em cápsulas de supermercado

Cafés diferenciados brasileiros

Neste contexto, merece também destaque os cafés diferenciados brasileiros, que são os que possuem qualidade superior ou algum tipo de certificado de práticas sustentáveis.

Eles representaram 19% das exportações totais brasileiras do produto de janeiro a dezembro de 2021, com vendas de 7,67 milhões de sacas ao exterior.

Tal desempenho do volume físico dos cafés diferenciados, conforme o Relatório do Cecafé, representa uma redução de 2,7% nas exportações, caso seja comparado com as 7,87 milhões de sacas vendidas pelo Brasil ao exterior em 2020.

O preço médio desse produto diferenciado foi de US$ 207,53 por saca, proporcionando assim uma receita cambial ao País de US$ 1,59 bilhão em 2021, o que corresponde a 25,5% do total geral obtido com as exportações dos Cafés do Brasil.

Veja mais

Marcas de Café

Notícias

Livros sobre o café

Receitas de café

Métodos de preparo do café

REDES SOCIAIS CAFÉ QUE MARCA

Instagram

Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.