Diretoria da Cooxupé com os 3 primeiros colocados do programa Especialíssimo

Melhores cafés brasileiros do Programa Especialíssimo 2021

Conheça os melhores cafés brasileiros do Programa Especialíssimo, divulgados recentemente.

O grande campeão foi um café da cidade de Caldas (MG), que ganhou a premiação máxima.

Veja também:

Melhores cafés de supermercado de 2022 segundo o Blog Paladar

Melhores cafés em cápsula de supermercado em 2021

Os melhores cafés do Brasil em 2021

Cafés Campeões safra 2020

Melhores marcas de café de supermercado

Primeiro concurso de café canéfora de São Paulo 2021

Melhor café do Brasil em 2021 escolhido no Cup of Excellence

Melhores cafés brasileiros do Programa Especialíssimo

Melhores cafés brasileiros do Programa Especialíssimo 2021: 1º lugar: Edivair José de Carvalho e Outro, do Sítio Maranhão, da cidade de Caldas.
Melhores cafés brasileiros do Programa Especialíssimo 2021: 1º lugar: Edivair José de Carvalho e Outro, do Sítio Maranhão, da cidade de Caldas.

O melhor café especial da safra 2021 da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé vem da cidade mineira de Caldas.

O cooperado Edivair José de Carvalho e Outro, do Núcleo de Campestre, é o campeão dentre 50 finalistas do Programa Especialíssimo, ganhando a premiação máxima de R$ 50 mil.

“É uma emoção muito grande, trabalhamos com muita dedicação e contamos com o apoio da SMC e da Cooxupé. Outros dois irmãos meus estão entre os 10 finalistas, é um trabalho que envolve a união de toda minha família”.

2º lugar: Edir José de Carvalho, do Sítio Portella, da cidade de Caldas.
2º lugar: Edir José de Carvalho, do Sítio Portella, da cidade de Caldas.

O café especial de Edir José de Carvalho, também de Caldas (Núcleo de Campestre) e irmão do campeão Edivair, foi o vice-campeão pelo segundo ano consecutivo, com premiação de R$ 30 mil.

“Primeiro agradeço a Deus. Depois vem a nossa dedicação para tentar produzir cafés especiais. Começamos a produzir este tipo de café há três anos e toda nossa família acredita que a dedicação é um dos segredos”
Edir.

3º lugar: Renato Pita Maciel de Moura e outro(s), da Fazenda Trapiá, da cidade de Baependi.
3º lugar: Renato Pita Maciel de Moura e outro(s), da Fazenda Trapiá, da cidade de Baependi.

Já o cooperado Renato Pita Maciel de Moura e Outro(s), de Baependi (Unidade Avançada de Lambari), conquistou a terceira colocação, sendo premiado com R$ 20 mil.

“Estou muito emocionado, é a coroação de um trabalho de todos os 50 finalistas do Programa. Coração está explodindo de alegria”

A cerimônia de premiação do Programa Especialíssimo aconteceu na noite de 13 de novembro em Guaxupé (MG), com a presença dos 50 cooperados selecionados como finalistas da edição 2021.

A premiação total deste ano foi recorde: R$ 330 mil.

Para o quarto lugar, a premiação foi de R$ 13 mil; quinto lugar R$ 12 mil; sexto lugar R$ 11 mil; sétimo lugar R$ 10 mil; oitavo lugar R$ 9 mil; nono lugar R$ 8 mil; e décimo lugar R$ 7 mil.

Já os produtores que ficaram entre o 11º e 50º lugares ganharam R$ 4 mil cada um.

O Especialíssimo foi criado pela Cooxupé e SMC Specialty Coffees desde 2016, mas a partir de 2019 começou a premiar os 50 melhores lotes para incentivar as famílias produtoras associadas a produzir café de qualidade.

“Sabemos que fazer um café especial demanda muito capricho e, por meio do Programa, buscamos reconhecer o trabalho e a dedicação desses 50 cooperados, pois o Especialíssimo não se trata de um concurso, mas sim um rigoroso processo de seleção”
Osvaldo Bachião Filho, vice-presidente

Números

Neste ano, o Programa Especialíssimo recebeu 59,9 mil sacas de cafés especiais via Cooxupé e SMC Specialty Coffees, um crescimento de 20% diante das 49,9 mil recebidas no ano anterior.

Foram 1.203 lotes de cafés nesta edição ante 771 registrados em 2020.
A participação dos cooperados foi 63% maior, sendo 703 em 2021 e 431 na edição passada.

Ao considerar os resultados totais do Programa – incluindo os cafés que não integram o ranking de premiação – o Especialíssimo recebeu em 2021 mais de 74 mil sacas de cafés especiais e mais de 1,5 mil lotes.
Esses cafés foram entregues na Cooxupé e SMC.

“A cada ano registramos maior participação das famílias associadas, demonstrando o quanto cooperados e cooperadas estão cada vez mais ligados a oportunidades que agregam valor às suas atividades. Estamos muito contentes em oferecer aos nossos produtores a possibilidade de estar presente no mercado de cafés especiais, que traz maior evolução e rentabilidade”
Carlos Augusto Rodrigues de Melo – presidente da Cooxupé

Os cafés selecionados pelo Especialíssimo também farão parte de blends de cafés especiais produzidos pela Torrefação Cooxupé, entre eles o Safra Especial produzido todo final de ano com edição limitada.

Acima de 83 pontos

Os 50 lotes selecionados de cafés pelo Especialíssimo apresentaram índice de qualidade acima de 83 pontos, avaliados por uma equipe de provadores da Cooxupé e da SMC Specialty Coffees, liderados pelo professor da Universidade Federal de Lavras, Flávio Borém.

Por meio de provas cegas, os jurados analisaram atributos do café como acidez, doçura, corpo, balanço e retro gosto e aromas como frutados, enzimáticos, caramelados e florais.

“Temos cafés incríveis neste ano e o que me chama a atenção é como o Especialíssimo tem ganhado maturidade, a quantidade de amostras com alto padrão de qualidade e a excelência dos melhores cafés que ficaram nas melhores posições. Esse Programa pode ser um divisor entre passado e futuro da cafeicultura, uma vez que há a inserção de vários produtores no mundo do café especial”
Flávio Borém.

Outros critérios também são considerados como a atualização no CAR – Cadastro Ambiental Rural junto aos órgãos competentes e na Cooxupé: fidelidade mínima de 80% na cooperativa no ano vigente; possuir boas práticas na produção e colheita, com no mínimo de 75% de resultado obtido no questionário de Diagnóstico de Sustentabilidade do Cooperado, dentre outros.

10 melhores cafés do Programa Especialíssimo

Confira os 10 primeiros colocados na edição 2021 do Programa Especialíssimo:

• Edivair José de Carvalho e Outro, Sítio Maranhão, Caldas.

• Edir José de Carvalho, Sítio Portella, Caldas.

• Renato Pita Maciel de Moura e outro(s), Fazenda Trapiá, Baependi.

• José Ildefonso da Silva, Sítio Congonhal, Lambari.

• Luismar Duarte Pimenta, Fazenda Alvorada, Jacuí.

• José Idemir de Souza e Outro, Sítio Monte Verde, Andradas.

• Marcelo Vinícius Martins, Sítio Machadinho, Cabo Verde.

• Wagner José do Lago e Outro, Sítio Serrinha, Campestre.

• Abner José Celso de Carvalho e Outro, Sítio Baixão da Serra, Caldas.

• Fábio José Bruno Franco e Outro, Sítio Sede, Caldas.

Continue navegando no site Café que Marca

Marcas de Café

Notícias

Livros sobre o café

Receitas de café

Métodos de preparo do café

REDES SOCIAIS CAFÉ QUE MARCA

Instagram

Facebook

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.